Associado JCI
Joint Commission

Notícias

14/06/2017
Hospital das Clínicas da UFMG amplia adequação a padrões da JCI rumo à acreditação

Em sete anos, unidade aumentou taxa de conformidade de processos de 38% para 82,3%.

Com o plano de ser reconhecido como hospital universitário de excelência em 2018, quando completa 90 anos, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG) está em busca da acreditação da Joint Commission International (JCI). Por isso, desde 2010, vem sendo orientado pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA) no cumprimento de um programa de educação para a melhoria da qualidade, objetivando adequar seu funcionamento às exigências da entidade americana. O trabalho já pode ser considerado um sucesso: se, no início da orientação, apenas 38% dos processos da unidade estavam em conformidade com os padrões da JCI; hoje, o índice já alcança 82,3%.

"O avanço é significativo na implantação das metas internacionais de segurança, avaliação do paciente, gerenciamento e uso de medicamentos, educação do profissional médico e pesquisa com seres humanos", destaca a superintendente do HC-UFMG, Luciana de Gouvêa Viana, professora adjunta da Faculdade de Medicina da universidade. Segundo ela, foram muitas as melhorias conquistadas nos últimos sete anos, com destaque para a formação do Comitê da Qualidade e da Comissão Permanente de Auditoria Interna; promoção de ações de capacitação e treinamento para toda a comunidade hospitalar, incluindo ensino à distância; qualificação das instalações; redefinição do modelo assistencial e fortalecimento das estratégias de gestão de riscos.

A parceria entre CBA e HC-UFMG começou quando o hospital foi selecionado pelo Ministério da Saúde para ser contemplado com o processo de educação do CBA, por meio do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). Depois da avaliação diagnóstica, em 2010, a unidade recebeu visitas educativas em 2011, 2012, 2013, 2014 e 2016, com foco na tradução dos requisitos da JCI à realidade de um hospital universitário público. A próxima será neste mês de outubro. "Tais visitas são extremamente enriquecedoras e cada vez mais nos impulsionam à melhoria contínua dos processos. As orientações dadas são essenciais no processo de educação dos profissionais, no entendimento dos padrões e na adequação institucional às melhores práticas", ressalta Luciana Viana.

A organização do ensino e da pesquisa no HC-UFMG foi um dos pontos fortes evidenciados nas avaliações educativas do CBA. Na última análise, foi alcançado 100% de conformidade com as normas da JCI relacionadas ao programa de pesquisa envolvendo seres humanos.

De acordo com a superintendente, o maior desafio nessa fase de preparação rumo à acreditação diz respeito ao envolvimento do corpo profissional, docente e discente no programa. “Somos um hospital universitário de grande porte e alta complexidade. São cerca de 3.200 profissionais efetivos e 900 terceirizados atuando na instituição, além de mais de 500 residentes em saúde e 2.000 alunos de graduação. Todos devem estar alinhados com as estratégias”, diz. “Os padrões de acreditação são pautas diárias na instituição, desde as áreas administrativas até as assistenciais e as de ensino e pesquisa. Realizamos periodicamente cursos, treinamentos e campanhas ligados à qualidade e segurança. A Comissão Permanente de Auditoria Interna também tem um papel fundamental na disseminação dos modelos utilizados pelo HC-UFMG para sua adequação”, completa. Outra questão se refere a ajustes na infraestrutura no complexo hospitalar, que tem mais de 60 mil metros quadrados e prédios bem antigos.

<< Voltar

Desenvolvimento Digital Net