Associado JCI
Joint Commission

Notícias

Hospital Jorge Valente: preparação para acreditação JCI melhora adesão às boas práticas e qualifica assistência

“A expectativa é nos tornarmos um hospital acreditado, com padrões internacionais, e com possibilidade de comparação com outras instituições em nível mundial, além do reconhecimento da comunidade quanto ao serviço de qualidade e segurança prestados”. A frase da diretora técnica do Hospital Jorge Valente (BA), Eliane Noya, traduz o que a direção da instituição espera com a conquista da acreditação da Joint Commission International (JCI).

Para alcançar esse objetivo, o hospital iniciou sua caminhada rumo a acreditação internacional JCI, em julho de 2014, mesmo já possuindo uma certificação de qualidade nacional desde 2006. A diretora técnica esclarece que o hospital está motivado a buscar a acreditação JCI também “pela possibilidade de trabalharmos com as metas internacionais de segurança do paciente, com adesão às boas práticas, proporcionando maior qualificação da assistência.”

Eliane Noya conta que a visita diagnóstica feita por membros do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), representante exclusivo no Brasil da JCI, ao hospital apontou resultados satisfatórios em muitos dos indicadores administrativos e clínicos, já monitorados pela instituição. Para ela, “a metodologia da JCI vai contribuir para o aprimoramento dos processos e melhoria dos resultados, uma vez que possui elementos de mensuração bem direcionados para a segurança e qualidade da assistência, que é o pilar da nossa instituição”.

De acordo com a diretora técnica, alguns ciclos de melhorias foram implantados com a implantação da metodologia da acreditação JCI/CBA: “Fortalecemos a cadeia medicamentosa, elaboramos e revisamos algumas políticas e adquirimos novos equipamentos, a fim de fortalecer a segurança da assistência. Além disso, houve maior integração do hospital com as unidades externas (Pronto Atendimento, Núcleo de Terapia Oncológica, Assistência Domiciliar e Day Hospital). Houve também adequação às metas internacionais de segurança do paciente, alinhando a metodologia já utilizada pelo hospital.”

Como dificuldade inerente a preparação para acreditação, Noya aponta a estrutura física da instituição, que possui 38 anos de existência. “Tivemos que fazer a adequação de algumas áreas”, diz. No entanto, com o envolvimento e o comprometimento das equipes, que vêm sendo treinadas e sensibilizadas em campanhas institucionais e encontros da qualidade, ela garante não ter outra dificuldade na caminhada rumo à acreditação internacional.

Entre as melhorias comuns ao processo de qualidade, a diretora técnica do Hospital Jorge Valente cita a reformulação de formulários, folders e treinamento institucional para toda a equipe, bem como dos pacientes e seus familiares, visando à comunicação efetiva; e o fortalecimento de ações que buscam atender a padrões comuns da JCI e OMS, tais como, lavagem de mãos e metas internacionais de segurança do paciente. “Estas ações já vêm sendo desenvolvidas, entretanto, os resultados ainda estão em fase de mensuração e estabelecimento de metas”, finaliza Eliane Noya.

<< Voltar

Desenvolvimento Digital Net